Skip to content Skip to main navigation Skip to footer

Verão “frio”

Pandemia inviabiliza realização de festas e convívios populares e deixa Concelho de Aguiar da Beira ainda mais monótono

Agosto é o mês das altas temperaturas, férias, da chegada dos emigrantes e das festas de verão que animam as aldeias. Mas, este ano, tudo está mais amorfo, falta principalmente a animação e alegria dos convívios, festas e bailes populares, suspensos devido à pandemia da Covid-19.

Durante este período aconteciam nas localidades do município aguiarense dezenas de festividades. Dornelas, Moreira, Sequeiros e Souto inauguravam o mês festivo, que seguia com Gradiz, Aguiar da Beira, Pinheiro, Ponte do Abade, Prado e Valverde no segundo fim de semana. A passagem à segunda quinzena de agosto era dada por Eirado, Coruche, Forninhos e Cortiçada. Quintas da Estrada fechava o programa das festas de verão no concelho. A juntar a estas festas populares e religiosas havia ainda vários convívios nas localidades e torneios de futebol: em Carapito, Pena Verde, Dornelas e Eirado (Futebol na Calçada 3×3).

Todos os eventos estão cancelados.

Também, nos meses anteriores, outras festividades haviam já sido suspensas, à cabeça a Feira das Atividades Económicas do Concelho de Aguiar da Beira, o maior evento de promoção económica, cultural e convívio do concelho, que se realiza habitualmente no último fim de semana de julho.

Este é um verão de altas temperaturas, mas frio ao nível das emoções e dos afetos, aquele que se vive em Aguiar da Beira.

Partilhar com...
Share on Facebook
Facebook
Email this to someone
email
Print this page
Print

0 Comments

There are no comments yet

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *